Causas, sintomas e tratamento da amigdalite. Definição e detalhe dos diferentes tipos de amigdalite, nomeadamente amigdalite viral, amigdalite aguda bacteriana e amigdalites de repetição. Abordamos todos os tipos de tratamentos, médicos, alternativos e naturais.


terça-feira, 5 de abril de 2016

Causas da amigdalite

As amígdalas são a primeira linha de defesa do sistema imunitário humano.
Atendendo a que as amígdalas são a primeira linha de defesa contra o ataque de patógenos do mundo exterior, elas são mais suscetíveis à sua invasão.
Amigdalite, seja viral ou bacteriana, pode ser contagiosa e transmitida de pessoa para pessoa.
Se a condição for causada por uma doença secundária, como sinusite ou febre do feno, é provável que não seja infeciosa.
Amigdalite é mais vulgarmente causada por uma infeção viral. Os tipos de vírus que mais comumente infetam as amígdalas são os seguintes:
  • Adenovirus, causa do resfriado comum entre outras doenças;
  • Rinovírus, o agente infeccioso viral mais comum em humanos;
  • Influenza, muitas vezes referida como a gripe;
  • Coronavirus. Existem seis estirpes conhecidas;
  • O vírus respiratório sincicial que geralmente provoca infeções do trato respiratório. 
Amigdalite viral (menos comum) pode ser causada por:
  • írus Epstein-Barr;
  • Vírus herpes simplex;
  • Citomegalovírus. 
O tipo de bactéria mais comum que pode infetar as amígdalas é o Streptococcus pyogenes (estreptococos do grupo A). Mas, com menos frequência, existem algumas bactérias que podem provocar amigdalites:
  • Staphylococcus aureus;
  • Mycoplasma pneumoniae;
  • Streptococcus pneumoniae;
  • Chlamydia pneumoniae;
  • Bordetella pertussis;
  • Fusobacterium sp;
  • Corynebacterium diphtheriae;
  • Treponema pallidum;
  • Neisseria gonorrhoeae.

O diagnóstico de amigdalite

O diagnóstico de amigdalite por um médico irá começar com uma inspeção geral. Eles vão estar a olhar para os sinais reveladores de uma região das amígdalas inchadas, muitas vezes com manchas brancas.

Os médicos também podem inspecionar o exterior da garganta para sinais de gânglios linfáticos aumentados e uma erupção scarlatina que às vezes apresenta.

Um esfregaço da zona infectada vai ser feita para inspecção mais próximo por um laboratório, para determinar se o agente causal é viral ou bacteriana.

Os médicos também podem realizar um hemograma completo. Este teste envolve tomar uma pequena quantidade de sangue para investigar os níveis de certos tipos de células sanguíneas. Um hemograma completo pode ajudar a identificar a causa se os resultados laboratoriais iniciais são inconclusive.

Outras condições que podem motivar uma dor de garganta incluem:

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL